sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Editora a cem por cento


Não só de alfarrabismo vive a Livros de Ontem, nem tão pouco de livros académicos. Somos uma editora! Como tal, talvez já seja altura de explicar o que andamos a fazer no mundo da edição.

A Livros de Ontem apresenta-se nesta atividade com o intuito de fazer coisas diferentes do que as editoras ditas tradicionais estão a fazer atualmente. Queremos mudar o paradigma da edição, introduzir mudança no sistema, trazer novidade e inovação. Estamos fartos de ler sempre os mesmos autores, de comprar livros de estrangeiros. Estamos fartos de livros mal desenhados e de capas feitas em cima do joelho. Estamos fartos de não ver marketing sobre livros e de ouvir dizer que os portugueses não leem. Acima de tudo, estamos fartos da maneira como os nossos autores estão a ser tratados, das condições que lhes são impostas, do abandono da cultura, do desprezo pela língua portuguesa. A tudo isto dizemos chega!

Apresentamos uma nova proposta, um novo modelo. Apresentamos uma editora que se coloca ao lado dos autores, não contra eles. Apresentamos uma editora que protege e desenvolve a cultura, não que a massifica. Apresentamos uma editora que se entrega ao mercado do livro, não que se queixa dele.

Iremos editar novos autores, aqueles que por não serem ricos ou famosos, estrelas ou celebridades, não têm acesso à possibilidade de apresentar as suas obras às editoras e ao público. Não faremos distinção de linha editorial, apenas exigimos que o autor não tenha mais de uma obra publicada. Queremos descobrir os novos autores de língua portuguesa, os novos talentos, e apresentá-los a todos os que falam esta língua. Sem embuste, sem engano. A nossa máxima será sempre a de trazer transparência a este mercado, divulgar os seus defeitos e qualidades, oportunidades e falhanços.

Para nos ajudar criámos o Ulisses, um herói que renasceu na pele de um menino e que terá o trabalho de carregar os livros de ontem e descobrir os escritores de amanhã. É ele que vos pede para tirarem os escritos da gaveta, para nos enviarem propostas, para se apresentarem. Contamos com a vossa ajuda para provar que os portugueses leem, para provar que os portugueses escrevem, para provar que há por aí muito talento. Se as oportunidades não estão a ser apresentadas, teremos de ser nós a criá-las.

Livros de Ontem, juntamos o antigo ao moderno!

Sem comentários:

Enviar um comentário